20.9.11

Destiny blows me away

  Caso você não tenha percebido eu estou brava e triste e sozinha, sempre que você começa um jogo novo, eu me afasto. Talvez esse seja o problema, eu me preocupo e sinto demais, você sempre se afastando e querendo mais mas não é mais de mim. Por que se você come brigadeiro por muito tempo você enjoa e fica querendo outra coisa mas nunca larga o brigadeiro por que você ainda gosta muito de brigadeiro.
  Eu sou o brigadeiro.
  Eu sou uma panela cheia de brigadeiro que você renega depois de já ter comido muitas colheradas seguidas.
  Água.Você precisa de água.
  Muita água pra tirar aquele gosto enjoativo da boca por que parece que você vai vomitar.
  Água, outro tom de azul,outra voz pra contar histórias pra você, outra boca, outro cheiro - até por que sabonete nem é tão bom assim - não importa.
  Eu aprendi a escrever de um jeito que você gosta mais que é meio que um jeito parecido com o seu mas ainda assim muito meu até por que eu não sei escrever como você. Acho que não consigo por que você só escreve quando precisa, sabe? Eu escrevo no lugar de falar, sempre fico na ansiedade de parar de escrever pois talvez comece a falar mais porém ambas sabemos não ser verdade, minha comunicação só piora.
  Você precisa de um oásis, água, água jorrando pra talvez ficar satisfeita por um tempo, o problema é que quando você se sentir satisfeita de água você vai querer brigadeiro, vai querer comer brigadeiro até enjoar de novo. É seu ciclo.
  É o que você ama fazer.
  Donnie Darko foi um pedido. Meu choro não foi de dor, foi de tristeza. Não pelo jogo, nunca pelo jogo, só por saber que dessa vez é um gostar inteiro que você(s) sente(m)... hahahaha.....mas não importa, não é?
"Promise I'll be kind but I won't stop until that boy is mine", right? Always the same song... always the same matter.
                       

                                                                                       Always the same love, always yours
                                                                                                           Lana Freiman

24.5.11

 Grita de dor mas não apaga esse amor que nasceu assim sem mais, sem ter ao que se agarrar. Corre e implora pro mundo que não chegue a hora de não mais me acompanhar.
 Sente a chegada da euforia contaminada pelo sentimento jogado ao relento. Não tem mais por que perdoar, tantos foram os erros, poucos os acertos. Fadadas ao fracasso, isso amor, corta, só falta um pedaço. Logo vai acabar.
 Para de me doer, pedir, ordenar, implorar. Para.
 Incomoda, coça, arde. Me muda pra sempre, me transforma, me faz gostar disso tudo, me satifaz quando doi, me ama e destroi.
 Cada pedaço meu foi feito pra você, feito pra te amar, feito para querer essa tortura desmedida, essa saudade, essa vida. Eu fui feita pra você. E você vem e joga tudo no lixo, cada vez que me vem pedindo um pouco mais. Faz assim, me desarma, desarrumo minha cama pra você uma vez mais. Me faz desandar, me tira do caminho planejado pra mim. Me mata pra sempre, assim não tenho que aguentar seu olhar julgador que não ama e corroi.
 Me deixa pra depois, pega outro brinquedo. Larga seu astronauta, boneca, deixa ele no canto. Deixa ele voar sozinho, ele volta pra Terra e te pega nos braços.

1.5.11

Corre, Maria

          Hoje eu vou cantar só pras pessoas fracas que vagam pelo mundo derrotadas.


 Corre, Maria!
 Se joga no mar
 Se afoga no mar
 Me mata de dor
 Tortura esse amor.
 Não retorna enquanto não estiver satisfeita
 Saciada de vida.
 Destroi tudo que foi construido
 E no fim me faz um agrado
 Me bota ao teu lado
 Faz o que quiser
 Faz o que te der vontade
 Mas volta, no fim
 Depois de tudo
 Volta pra mim.....

27.4.11

Desculpa... não é do meu feitio. E você já ouviu tudo isso, não é importante.

   Girl, a gente pode ser o que você quiser. Você pode fazer o que você quiser. E eu sei que você está puta comigo, ou não mais, não sei direito na verdade mas eu sei que essa música SEEEEMPREEEE me lembra você e eu sei que talvez em algum momento, de alguma forma, talvez e só talvez você pode começar a se importar.


Someone like you   (Adele)

I've heard that you're settled down
That you found a girl and you're married now
I've heard that your dreams came true
Guess she gave you things I didn't give to you
Old friend, why are you so shy?
Ain't like you to hold back or hide from the light
I hate to turn up out of the blue uninvited
But I couldn't stay away, I couldn't fight it
I had hoped you'd see my face
And that you'd be reminded
That for me it isn't over
[Chorus] Never mind, I'll find someone like you
I wish nothing but the best for you too
Don't forget me, I beg, I'll remember you say:
"Sometimes it lasts in love, but sometimes it hurts instead"
Sometimes it lasts in love, but sometimes it hurts instead, yeah
You'd know how the time flies
Only yesterday was the time of our lives
We were born and raised in a summer haze
Bound by the surprise of our glory days
I hate to turn up out of the blue uninvited
But I couldn't stay away, I couldn't fight
I had hoped you'd see my face
And that you'd be reminded
That for me it isn't over
[Chorus] Nothing compares, no worries or cares
Regrets and mistakes, they're memories made
Who would have known how bitter-sweet
This would taste?
Never mind, I'll find someone like you
I wish nothing but the best for you
Don't forget me, I bet I'll remember you say:
"Sometimes it lasts in love, but sometimes it hurts instead"
[Chorus]
Sometimes it lasts in love, but sometimes it hurts instead, yeah

   Lana Freiman



                                                                   

19.4.11

Listinha boba

   Sim, farei uma lista agora. Não uma lista do que farei mas uma do que já fiz, do que tenho enfim, uma lista do que me faz feliz.

 1°- Música, o Nieztsche disse que sem música a vida seria um erro, ele nunca esteve mais certo;
 2°- Literatura, não... as Letras. Eu nem estaria aqui se as Letras não existissem, se eu não pudesse escrever.
 3°- Minha irmã, sem a Camila eu não seria ninguém, eu não seria nada. Eu estaria grávida, não teria terminado o colegial, não amaria ler, não conheceria nada da cultura brasileira. Eu seria exatamente igual a todo mundo.
 4°- Meus amigos, às vezes, eu passo dias sem falar com eles, sem dar sinal de vida porém quando eu volto, eles estão lá, preocupados, querendo saber o que aconteceu. Eles estão do meu lado. Eu sou meio inconstante e eles ainda assim me amam. O.O TODOS COMEMORA \o/
 5°- Comidaaaaa. Amo comer. Sem mais.
 6°- Minha mãe. Minha inspiração maior. O porto.
 7°- Ter sido uma educanda do Gracinha. Aquele lugar criou 40% do que eu sou hoje.
 8°- Ter começado o curso de Inglês- ainda não terminei- eu trabalho com isso agora.
 9°- Meus sobrinhos. Meu coração separado em pedaços para cada um deles.
 10°- Minha namorada. É completamente clichê dizer isso mas a Jana, do jeito que ela é, me fez crescer horrores nesses 7 meses.
 11°- Internet. A rápida me faz bem feliz, tio. -QQ
 12°- Fazer parte de DOIS tópicos da lista 'in order to be happy' da Fe.
 13°- Cantar no chuveiro.
 14°- Cinema.
 15°- Ser diferente das outras pessoas.
 

    Quinze está bom, não é? Essa é a primeira.

  É nóix, jhow. E o bonde segue sua nau.