26.8.10

Todos nós

 Como se começa uma história?
 Ser que deve ser pelo começo mas e se o escritor não souber como é o começo? Ele não começa?Ele deixa a história para depois?
 Ou finge que sabe de tudo e simplesmente começa dizendo que em uma manhã fria ela se viu completamente sozinha, já não tinha ao seu lado a imensa e falsa familia e por tal motivo, de vez em quando, ela se sentia mal.
 Tudo havia começado com o silêncio, ela não exteriorizava os sentimentos e com o tempo uma grossa camada de aparente indiferença havia se formado ao redor dela, não existiam sentimentos fortes o suficiente para faze-la chorar. Ela se mostrava para poucas (assim: poucas mesmo, só para mulheres),  amava poucas, mas em contrapartida amava muito. Ela, em toda sua solidão foi gradativamente se afastando, por breves momentos podia esquecer o lado da familia que a aborrecia e somente assim ela era capaz de ir adiante. Nunca levou confusões para a mãe. Ela sempre foi simples, dormia, trabalhava, estudava e vez ou outra ela encontrava alguém que a queria da forma com que ela se apresentava: imperfeita, triste, sozinha, curiosa e carente.
 Ela era assim.
 Nunca deixou de acreditar no tão mal-fadado ''para sempre'', ela acreditava que se um dia existiu então um dia existiu para sempre.
 Ela não gostava da casa, nem dos cachorros e muito menos de companhia, por horas a fio ela ocupava lugares afastados para se encontrar sozinha, ela odiava sentir que precisava delas com a mesma intensidade que amava saber que era a necessidade alguém.
 Ela se auto-flagela por prazer, não é masoquismo, é a euforia que sente ao ver o sangue correr, é a sensação deturpada de limpeza que tem depois de tirar  o sangue de seu corpo. Ela só deixou duas pessoas saberem disso.
 Ela ama estar com os amigos, ouvindo música e se divertindo. Isso é o que a segura neste mundo.
 E em uma manhã fria ela percebeu tudo isso e decidiu deixar o sangue correr uma última vez, só naquela manhã ela percebeu que aquela sensação não cessaria enquanto a euforia e a limpeza não cessassem.
 E só havia um jeito de fazer isso.






    Hoje ela viu o sangue correr pela última vez..........

(......................)

Quando nada mais restar,
quando você da minha mente sair.
Quando eu não mais lembrar
apenas deixe o ar fluir.


Descubra o que é real
saiba comandar.
Sinta-se carnal,
deixe-se levar.


Caminhos tortuosos que te levam a nada
Alegrias programadas, horas sem verdade
Sentimentos irreais, tudo de fachada.


Fazendo acontecer. Parece o maioral.
Quando deixa acontecer, torna-se amoral.
E fazendo por prazer, é o imoral.

Vidas Passadas

 Há quanto tempo procuro saber se me esperas,
 Tempo demais se levar em conta o cansaço.
 Já não tenho uma verdade, perdida foi ao longo das eras,
 e aqui estou. À espera somente de um abraço.
 Não preciso ter-te por inteira
 Estranhamente a metade me completa.
 É, agora não tenho medo da fogueira
 Também já não ando pela senda reta.

 Não avise quando chegar
 Te espero com os braços abertos.
 Desculpe se eu não começar
 Tenho medo de permanecer com os olhos cobertos
 Não ver a vida estampada em tua cara
 E depois de toda a espera, 
 de todo o cansaço,
 de todas eras.
 Te deixar passar, não saciar minha tara.
 E saber que não pude te ter
 Por um erro meu
 Ter a consciência de apenas te querer
 Percebendo que já não sou um sonho teu.
 Perdendo a vida mais uma vez
 e sentindo a memória passar por minha tez.
 Agora toda coberta pelas gotas
 Que não me deixam enxergar
 a verdade que me segue
 na imensidão de um olhar.

25.8.10

........................................................................

Vai sim, vai ser sempre assim. A sua falta vai me inomodar.
E quando eu n aguentar masi vou chorar baixinho pra ninguém ouvir
Vai sim, vai ser sempre assim, um pra cada lado como você quis
E eu vou me acostumar. quem sabe até gstar de mim
Mesmo que eu tenha que mudar movéis e lembranças do lugar o meu olhar ainda ve o seu me devorando bem devagar
Vem que eu ainda quero vem
Quando menos espero a saudade vem e me da essa vontade
vem , que eu ainda sinto frio
sem você é tudo tão vazio e me da essa vontade
vem que esse amor ainda é meu
troco todos os meus planos por um beijo seu
e essa noite pode terminar bem.
Vai sim, vai ser sempre assim
a sua falta vai me incomodar
e quando eu não aguentar mais vou chorar  baixinho pra ninguém ouvir
vai sim vai ser sempre asism
um pra cada lado como você quis
e eu vou me acostumar
quem sabe até gostar de mim?

24.8.10

Se imagine caindo...agora se imagine se levantando e seguindo em frente...o próximo passo é não imaginar mais nada....REALIZE!!!



  Passou..tudo passou...não tenho medo, não é que eu seja cheia de coragem mas é que eu não preciso ter medo.......




Eu ia explodir, eu ia explodir

Mas eles não vão ver os meus pedaços por aí

Podem os homens vir que
Não vão me abalar
Os cães farejam o medo,
Logo não vão me encontrar
Não se trata de coragem
Mas meus olhos estão distantes
Me camuflam na paisagem
Dando um tempo,
Pra cantar................


  

                      Hello

I've been alone with you inside my mind and in my dreams I've kissed your lips a thousand times.. I sometimes see you pass outside of my door. Hello, is it me you're looking for?
   I can see it in your eyes I can see it in your smile. You're all I've ever wanted and my arms are open wide cause you know just what to say and you know just what to do and I want to tell you so much: I love you...

23.8.10

Obrigada *-* ♥

     Pri (uvaaaaaaaaaa), Fe, Cah, Ka, Vitor, Dri, Jana, Fer, Isra, Cau, Jack, Japa, Sérgio, Homem-lésbico, Lena, Sara, Gih, Déya, Manda, Tha, Re, Davi, Dai (pelo passado mais do que pelo presente), Evellyn, Ana, Deni, Keila, Isa, Erick, Tati, Bidinha, Matheus, Tia, Sandra Bonavita, Fran, Tatianna, Tanati, Gu, Ju, Andréia, Tally. 
   E muitos outros.....vocês todos me mudaram, me construíram..me fizeram ser o que sou hoje...
  
                 Obrigada...por tudo. Mesmo...

18.8.10

Apenas mais uma de amor

   Namorados

                    (Manoel Bandeira)
 O rapaz chegou-se para junto da moça e disse:
-Antônia, ainda não me acostumei com o seu corpo, com sua cara.
 A moça olhou de lado e esperou.
-Você não sabe quando a gente é criança e de repente vê uma lagarta listrada?
 A moça se lembrava:
-A gente fica olhando...
 A meninice brincou de novo nos olhos dela.
 O rapaz prosseguiu com muita doçura:
-Antônia, você parece uma lagarta listrada.
 A moça arregalou os olhos, fez exclamações.
 O rapaz concluiu:
-Antônia, você é engraçada! Você parece louca.
 
 
 
    Eu tentei, eu juro pra você que eu tentei.
    Eu posso conseguir, eu posso continuar, eu posso crescer, eu posso me formar, eu posso casar, eu posso envelhecer, ah(!) eu posso até morrer sem te ver mais uma vez, mas não posso ser feliz. Não vou poder ser completa - será que alguém o é?- não estou afirmando que vendo-te seria mais, não...nada disso, mas....mas...não sei.
    Há um desejo que me consome e há uma certeza que me derrota.
    Acho que foi um pouco exagerado dizer que não poderei ser feliz, não há ninguém que possa me fazer sentir o que você um dia fez mas entre 6 bilhões de pessoas deve existir mais alguém para mim.
    Sabe aqueles filmes em que as pessoas se encontram mas depois elas se perdem e nunca mais se veem e sentem muita falta uma da outra? E chega um dia que uma delas não aguenta mais. Pois é.
    Sinto sua falta mas às vezes penso até que tenha sido melhor assim, somos mesmo muito diferentes, diferentes a ponto de não nos reconhecermos em nada e isso não faz bem.....mas então penso em como me sinto e em como sei que um dia você se sentiu e descubro que foi tudo uma bobagem, que devia ter tentado com mais afinco desde o inicio e que não mereci tudo que você me deu. E descubro também que posso fingir o que eu quiser mas que não devo faze-lo.
    Levando a ultima frase em conta: queria você de volta, queria saber ser quem você quer que eu seja, queria suprir teus vazios mas nada disso importa.
    Está tudo acabado. Penso que só precisava reafirmar que ainda tenho tudo aquilo guardado em mim mesmo que você não acredite em nada disso.
   
              ♫  Agora, quem sabe o que vai ser? Embora eu soubesse bem o que fazer.... talvez fugir
                             não foi o melhor pra nós. Tentar ficar um pouco mais a sós pra
                                      ver se o amor ainda mora em mim e em você....  ♫

http://www.youtube.com/watch?v=QnvZFjJo_Q4

12.8.10

Viver

 Viver é suportar alegrias e tristezas, derrotas e vitórias de cabeça erguida. É amar sem ser amado, aceitar sem saber porque, aceitar por amar. Aceitar que se é e quem não se pode ser.
 Viver é procurar por aquele alguém e entender que poder ser qualquer um, que não há ninguém perfeito, pelo simples fato de a perfeição não existir.
 Viver é participar de tudo sem se iludir com possíveis erros  ou inenarráveis acertos, viver é estar sempre em busca de algo real, de uma verdade. De algo pelo que valha a pena lutar.
 É muito mais do que respirar.
 É ter vontades desejos e saber que o maior presente é poder batalhar, porque só assim as coisas realmente tem valor.

Desfalecendo, sumo

  Não amo, simplesmente sei que já não posso largá-la tão facilmente, nem mesmo quando tenho a maldita chance. Largá-la não é algo que eu queira, poderia ficar com ela por muito tempo até, hoje em dia não quero mais o eterno, o duradouro me é suficiente.
 Não posso deixá-la passar, entregar-me-ei a ela - que já me tem em alma - , não sei se me carrega mas poderia se quisesse.
 Sinto algo profundo e intenso que não queima, me aquece docemente mas sei que se apagar tal suave chama morrerei no intolerável frio de minha'lma errante e, assim desfalecendo, sumo.
   Aiiiiii, to confusa!!! 
   Não sei o que escrever!!!
   Tenho que agradecer MUITOOO pelos meus amigos, que tem se mostrado incríveis, agradecer pelo meu trabalho que eu quase deixei escapar, agradecer por ter crescido forte, por ter aprendido com minha mãe a aguentar tudo e qualquer coisa e por saber que isso tudo é só aprendizado!
   E agradecer por ter enxergado que tudo que eu tenho hoje é tudo que eu preciso hoje.
  
   Obrigada pessoas, vocês podem não perceber mas estão todas em meu ♥, não duvidem disso (até mesmo você, que já não fala comigo, você está aqui e saiba que não vai sair). Posso não demonstrar, fazer o quê? Eu sou assim, mas eu amo todos vocês.
    De verdade.

11.8.10

Primeira postagem. Cansei do outro blog, tinha coisas demais lá..
Esse é novo e menos acessado por conseguinte.
Sem mais...